Justiça Restaurativa realiza ação em escola de comunidade indígena

A equipe da Justiça Restaurativa Escolar da Coordenadoria de Infância e da Juventude reuniu-se, na última quinta-feira (9), com os professores e funcionários da Escola Municipal Sulivan Silvestre Oliveira - Tumune Kalivono, para construírem um plano de ações em conjunto com a comunidade escolar indígena. A ação visa a construção coletiva do planejamento da “Escola Referência em Justiça Restaurativa Escolar”, além da vivência por todos os participantes do círculo de construção de paz, conclamando à sensibilização, compreensão e envolvimento para permitir que a escola possa ser uma comunidade de aprendizagem permanente a favor da cultura de paz e da não-violência. O objetivo desta ação em equipe é construir com a comunidade a partir do sonho de cada participante, criar um sonho coletivo, que todos sejam autores a favor da cultura de paz e não-violência no ambiente, provocando a descentralização, o engajamento e o senso de comunidade na implementação da proposição de “Escola Referência em Justiça Restaurativa”, praticando os valores: “empoderamento” e “esperança”, fortalecendo as práticas realizadas e ampliando o número de comprometidos. Na visão da professora Louise Vieira de Peralta, este momento superou as expectativas e obteve um conhecimento indescritível do alcance deste programa. “O meu sentimento é de gratidão”, conta a professora. “Sonhar para planejar, planejar para realizar, realizar para celebrar foi o objetivo do encontro realizado com o corpo administrativo e pedagógico da Escola Municipal Sulivan Silvestre Oliveira - Tumune Kalivono”, ressaltou Giovanni Figueiredo, professor e facilitador da escola.
14/05/2019 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia